Os Vinhos

Quinta de Tourais

Os encontros inesperados deixam, quase sempre, alguns vestígios que, felizmente, servem como unidades de comparação para o resto da vida. Quando falta melhor explicação ou algum esclarecimento racional, o mais certo é estarmos na presença de uma entidade mitológica. A colheita de 2003 do Tinto Quinta de Tourais é muito mais do que um vinho, é a personificação do mestre que ensinou a Baco todos os prazeres da vida. Durante séculos, Sileno não deixou de procurar as paixões que inspiravam a sua sabedoria e de vez em quando deixa ficar parte dos seus segredos nas terras que alimentam certas vinhas. O Douro parece ser um desses sítios mas a terra que protege este vinho guarda com toda a certeza um tesouro
que Sileno enterrou nos poucos momentos de sobriedade.  Por esta altura, raros são os que podem ter o privilégio de relembrar o sabor do ano de 2003, mas para todos os outros existe o presente e o futuro – todos os anos servem para aperfeiçoar os sabores que estruturam este líquido e de época para época a terra esculpe de forma irrepreensível um vinho vísceral.     
Na biblioteca dos vinhos, se o Tourais fosse um livro, a lombada que o marca é impossível de falhar, seria o ponto G de toda a colecção literária.
 
Alguns conselhos para quando encontrar uma destas garrafas:
. Caso esteja enclausurado numa ilha deserta, aprecie o momento porque melhor é impossível - até os grãos de areia se confundem com caviar.
. Manter a calma – se não conseguir manter a calma, beber com calma.
. Comprar um cofre (caso esteja a tomar antibióticos por tempo indeterminado).
. Não desconfiar porque não existem cópias.
. Se for religioso, pedir aos competentes o milagre da multiplicação; se não for religioso, seguir os procedimentos “normais” até atingir a fé. Aconteça o que acontecer não seja ambicioso e contente-se com o que tem nas mãos.
. Antes de a levar para casa, desfaça-se de todas as garrafas que andem pela garrafeira, podem não  aguentar o choque da sedução e perder a auto-estima.


FURIA

Download PDF

Historial

Design do Rotulo Luis Úrculo

Identificação

Marca: Furia
Região: Douro
Tipo de vinho: Tinto Douro DOC
Produtor: Fernando Coelho
Ano: 2014

Vinha

Solo: Xisto
Clima: Invernos Frios, verões quentes e secos. Precipitação média 800 mm/ano
Castas: Predominancia das castas Touriga Franca, Tinta Amarela, Tinta Roriz, Touriga naciona, mas também em mais pequena quantidade de Sousão, Alicante bouschet, Tinta Francisca, Rufete, Bastardo
Idade da vinha: 70 anos
Produção: 3200 garrafas

Enologia

Data da vindima: 23 de Setembro
Vinificação: Em lagares tradicionais
Estágio: 12 meses em cascos de carvalho Françês, 30% novos
Enólogo: Fernando Coelho

Análise química

Álcool: 14,2%
Acidez total: 5,4
Açucar residual: 2,5 g/L
pH: 3,76

Nota de prova

Cor: Rubi erscuro
Aroma: Frutos silvestres maduros, fumados, chocolate e bastante especiado
Sabores: Bastante volume. Fresco, taninos redondos e acidez marcada. Mineral e tostados num conjunto longo e persistente
Como servir: De preferencia abrir 1 hora antes
Temperatura: 16-18ºC
Acompanhamento: Pratos de caça, e vermelhas. Queijos e enchidos.

TOURÓNIO

Download PDF

Historial

Identificação

Marca: Tourónio
Região: Douro
Tipo de vinho: Tinto- Douro DOC
Produtor: Fernando Coelho
Ano: 2014

Vinha

Solo: Xisto
Castas: Touriga Franca, Tinta roriz, Touriga Nacional, Sousão, Tinto Cão
Idade da vinha: 15 a 20 anos
Produção: 4200 Garrafas

Enologia

Data da vindima: 22 de Setembro
Vinificação: Vindima manual em pequenas caixas de 20 kg. Fermentação en lagares tradicionais de granito com tempereturas controlada entre 22 e 26ºC
Estágio: em cascos de Carvalho durante 12 meses.
Enólogo: Fernando Coelho

Análise química

Álcool: 13,56%
Acidez total: 5
Açucar residual: 2,9
pH: 3,72

Nota de prova

Cor: Rubi
Aroma: Aromas a fruta vermelha, traço floral e fumado discreto.
Sabores: Franco na boca, corpo mediano com taninos redondos, fruta expressiva, notas tostadas e toque mineral. Clara disposição para a mesa
Temperatura: 16/18ºC
Acompanhamento: Entradas, carnes vermelhas e queijos

MIURA

Download PDF

Historial

Design: Edgar Silva

 

Identificação

Marca: Miura 2013
Região: Douro
Tipo de vinho: Tinto- Douro DOC
Produtor: Quinta de Tourais
Ano: 2013

Vinha

Solo: Xistoso
Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinto Cão, Sousão, Tinta Amarela e outras
Idade da vinha: 30 Anos
Produção: 3300 Garrafas

Enologia

Data da vindima: 20 Setembro
Vinificação: En lagares tradocionais de granito com temperatura controlada
Estágio: 12 meses em barricas novas e de 2º ano
Enólogo: Fernando Coelho

Análise química

Álcool: 13,79%
Acidez total: 5,4
Açucar residual: 0,6 g/L
pH: 3,71

Nota de prova

Cor: Rubi escuro
Aroma: Exuberante e muito elegante, a frutos negros, cacau e mineral, bem casado com a baunilha das barricas
Sabores: Vigoroso, com taninos Suaves e maduros, longo e duradouro final
Como servir: De preferencia abrir 1 hora antes
Temperatura: 16/18ºC
Acompanhamento: Pratos de aves, carnes brancas e vermelhas. Queijos e enchidos.